domingo, 27 de novembro de 2016

Jornalistas brasileiros amigos de Cuba: "os ideais fidelistas guiarão os revolucionários"

Nota de pesar do coletivo de de jornalistas e comunicadores brasileiros amigos de Cuba

O Coletivo de Jornalistas e Comunicadores Amigos de Cuba recebe com profunda tristeza a notícia do falecimento do líder da Revolução Cubana e lutador internacionalista Fidel Castro Ruz. 

Nove décadas de legado nos deixa esse grande imortal por suas ideias e dedicação em defesa do povo cubano, e pela incansável solidariedade a todos os países do mundo. Não foram poucos os seus alertas e denúncias nas Nações Unidas e, mais recentemente, em seus artigos sobre as intenções imperialistas e os perigos que atingem a humanidade. 

O Comandante Fidel Castro teve sempre um alto compromisso com o exercício do jornalismo e com a informação como direito, e foi fiel a isso até o final dos seus dias. 

Fidel nos ensinou que “se deve escrever com puro instinto revolucionário, que as palavras devem ser sensíveis e os conceitos inteligíveis para as massas, não importam as discrepâncias, o que importa é a honestidade com que se opine”. 

Nós jornalistas e comunicadores brasileiros, membros deste coletivo, acompanhamos o povo e o governo de Cuba neste dia de muita dor, e temos a certeza de que os ideais fidelistas perdurarão e guiarão os revolucionários de toda a humanidade. 

Hasta Siempre Comandante! 

COLETIVO DE JORNALISTAS E COMUNICADORES BRASILEIROS AMIGOS DE CUBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário