segunda-feira, 16 de julho de 2018

Esquerda latino-americana grita Lula Livre em Cuba, no 24º Fórum de São Paulo

Dilma discursando no "Foro de São Paulo" | Foto: CMMLK
Por Luciana Waclawovsky da CUT

O 24º Fórum de São Paulo, que acontece em Havana, Cuba, de 15 a 17 de julho, e conta com a participação de representantes dos maiores partidos de esquerda da América Latina e Caribe, clama pela liberdade do ex-presidente Lula, uma das maiores lideranças políticas internacionais vivas da atualidade.

Encarcerado há mais de 100 dias nas dependências da sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, Lula é considerado internacionalmente um preso político por ter sido condenado sem crimes nem provas. Ao ter o pedido de habeas corpus negado por meio de manobras políticas e jurídicas de integrantes do Poder Judiciário do sul do País, o ex-presidente movimentou ainda mais o evento que, há mais de duas décadas, discute ações concretas para enfrentar o avanço do neoliberalismo nos países da América Latina e Caribe.

O presidente da CUT, Vagner Freitas, que está em Cuba acompanhando os debates do 24º Fórum de São Paulo, conta que o grande fato político que domina os debates, painéis e palestras são as campanhas por Lula Livre e pelo direito legítimo de o ex-presidente, líder em todas as pesquisas de intenção de votos, ser candidato à Presidência nas eleições deste ano.

“Viemos aqui discutir a democracia e a unidade dos partidos de esquerda e dos movimentos sociais da AL, dos EUA e do Caribe e o que mais impressiona é que a campanha Lula Livre e a solidariedade internacional pela libertação do ex-presidente é o que tem movimentado o Fórum”, disse Vagner.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

terça-feira, 12 de junho de 2018

Vamos pra Cuba: Vem aí a caravana dos 60 anos da Revolução!

Fidel Castro discursando em Havana após vitória da Revolução de 1959
Do Amig@s de Cuba 

Devido as comemorações dos 60 da Revolução Cubana, um grupo de brasileiros está organizando uma caravana a Cuba para o ano novo.

Além da comemoração, a caravana tem também como objetivos: solidarizar com o povo cubano, denunciar o bloqueio estadunidense e exigir o fim da ocupação em Guantánamo. Também se espera diversão, conhecer as belezas naturais da ilha, sua culinária, sua arte, seu modo de vida, as conquistas socialistas e confraternizar-se com o povo cubano e com os outros membros da caravana.

A programação inicial inclui passar o Réveillon em Santiago de Cuba, onde tradicionalmente se comemora a vitória da Revolução, e visitar as cidades de Santa Clara, Holguín, Camaguey, Varadero, Havana, entre outras. 

Convidamos todos os amigos e amigas de Cuba a se unirem a esta caravana de luta e alegria! 

Período:

A ideia inicial é viajar nas seguintes datas:

Saída do Brasil: 28/12/18;
Chegada a Cuba: 29/12/18; 
Volta ao Brasil: 12/01/19; 
Chegada ao Brasil: 13/01/19.

Investimento:

10 X R$ 600,00 (nove mensalidades, a serem pagas até o dia 5 de cada mês, a começar em abril + uma extra, a ser paga com a parcela do 13º em julho). Esse valor já inclui: passagens aéreas e toda a parte terrestre (traslados, transportes e hospedagens em hotéis com café da manhã, organizados pela Amistur). 

Esta Caravana está sendo organizada por um grupo de pessoas amigas e solidárias a Cuba. 

Coordenação Nacional:

Bahia: Ivone Souza, Inês Freire, Nair Prazeres e Leozinho Henriques;
Brasília: Lúcio Flávio e Thamar Dias; 
Região Sul: Irene Prazeres; 
São Paulo: Adelir da Veiga.

Proposta de programa - Caravana 60 anos da Revolução Cubana

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Cuba registra menor taxa de mortalidade infantil da história do país nos primeiros 5 meses de 2018

Cuba é o melhor lugar para uma criança nascer na América Latina | Foto: Ladyrene Pérez/ Cubadebate
Do Opera Mundi

Cuba registrou nos primeiros cinco meses deste ano a menor taxa de mortalidade infantil da história do país, anunciou o ministro cubano de Saúde Pública Roberto Morales. A taxa foi de 3,9 por cada mil nascidos vivos.

Segundo Morales, o novo recorde evidencia a consolidação do programa materno infantil e destacou os esforços do governo na atenção primária, junto às mães, em casa, e em unidades intensivas pediátricas. A informação foi divulgada pela agência Prensa Latina na quarta-feira (06/06).

A meta para 2018 é manter a taxa de mortalidade infantil inferior ao mínimo histórico, registrado no ano passado, de 4 mortos para cada mil nascidos vivos.

Em 2017, segundo o Departamento de Registros Médicos e Estatísticas de Saúde, ocorreram 114.980 nascimentos (1.892 a menos do que n ano anterior) e houve 465 mortes de crianças menores de um ano.Os números do ano passado já colocavam a ilha entre os países com os menores números na área, se igualando a nações desenvolvidas. Em 2017, o Canadá teve uma taxa maior que a cubana, e os totais registrados no país caribenho equivaliam aos da Dinamarca, do Reino Unido e da Suíça.

Segundo a ONU, Cuba é o melhor lugar para uma criança nascer na América Latina, dada a maior proporção de sobrevivência dentre os nascidos. Completam a lista Antígua e Barbuda, Uruguai, Chile, Costa Rica e Argentina. Haiti e República Dominicana, de acordo com o órgão, são os piores lugares. 

terça-feira, 5 de junho de 2018

Sob o comando de Raúl Castro, Cuba reformará sua constituição

Parlamento cubano | Foto: Irene Pérez/Cuba Debate
Raúl Castro, primeiro-secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, foi eleito, no último sábado (02/06) pela Assembleia Nacional do Poder Popular (parlamento) presidente de uma Comissão Parlamentar, composta por 33 deputados, que vai reformar a constituição do país. 

Como parte do processo, uma ampla consulta popular será realizada, e após a análise pela Assembleia, a Reforma será submetida a um referendo para a decisão final do povo. 

Presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, Miguel Díaz-Canel reafirmou que se mantêm inalterados os princípios da justiça social e do sistema socialista, e do Partido como a vanguarda da sociedade cubana. 

"Como afirmado pelo primeiro-secretário do Partido Comunista de Cuba, a atual constituição aprovada por referendo em 1976 e parcialmente renovada precisa de uma atualização de acordo com os novos tempos", disse Díaz-Canel.

O presidente acrescentou que a Comissão encarregada de atualizar a Carta Magna cubana é composta pelas mais diversas representações da Assembleia Nacional. 


Veja todos os membros da Comissão de Reforma Constitucional:

sábado, 2 de junho de 2018

Falece Roger Ranzani, diretor da José Martí de Santos e amigo de Cuba

Homenagem da ACJM/Santos a Ranzani: "um minuto de silêncio e uma vida inteira de lutas"
Expressamos nosso profundo pesar pelo falecimento do companheiro Roger Ranzani, incansável militante comunista e do movimento brasileiro de solidariedade a Cuba, sendo diretor da Associação Cultural José Martí de Santos/SP.

Roger tinha apenas 31 anos e foi vítima de uma acidente de motocicleta.

O velório será iniciado hoje (2) às 23h30 na Associação Cultural José Martí - Rua Joaquim Távora, 217 - Vila Mathias - Santos-SP. O enterro será às 15h30 de amanhã no cemitério do Saboó, também em Santos.

Aos familiares e amigos as nossas mais sentidas condolências!

Roger Ranzani, presente!
Até a vitória sempre!

Blog Solidários a Cuba.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Morre o terrorista Luis Posada Carriles, responsável por vários atentados contra Cuba

Possada carriles, o cubano que trabalhou para a CIA
 contra seu próprio povo | Foto:Norelys Morales  
Por André Ortega na Revista Opera 

Foi anunciada no último dia 23 a morte de Luis Posada Carriles, terrorista confesso que trabalhou para a Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos contra a Revolução Cubana. Posada morreu livre em Miami, Flórida, aos 90 anos de idade. O cubano vivia em uma casa para veteranos de guerra dos Estados Unidos.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos fez uma declaração oficial em 2007 chamando-o de “mentor assumido de complôs e ataques terroristas”. O diretor do National Security Archive também descreveu Posada como “um dos terroristas mais perigosos da história recente”. O cubano foi condenado por crimes relacionados a terrorismo em Cuba, Venezuela e Panamá. É responsável por dezenas de atentados a bomba e tentativas contra a vida de Fidel Castro.

É um dos militantes contrarrevolucionários mais famosos e infame pelo atentado contra o voo 455 da companhia Cubana de Aviación, em 6 de Outubro de 1976, que matou todos os 73 passageiros a bordo. Dentre as vitimas estavam todos os 15 membros da equipe olímpica de esgrima de Cuba, que haviam acabado de ganhar medalhas de ouro no campeonato caribenho e centro-americano.

O cubano vivia em Caracas, Venezuela, onde dirigia uma agência privada de detetives e liderava círculos contrarrevolucionários. Investigadores de Cuba, da Venezuela e dos Estados Unidos identificar os executores que eram dois empregados venezuelanos de Posada Carriles. O cubano, envolvido em uma declaração de exilados de Miami que anunciava uma nova campanha terrorista contra o governo revolucionário, foi considerado culpado nas cortes civis venezuelanas. Posteriormente, arquivos desclassificados da CIA e do FBI mostrava que ambas agências dos Estados Unidos reconheciam Posada Carriles como o responsável pelos atentados, mantendo agentes no círculo dos terroristas e que participaram da reunião pertinente ao atentado.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Com Maduro reeleito, venezuelanos defendem legado de Chávez, diz presidente de Cuba

Díaz-Canel, Maduro e Raúl Castro em encontro da ALBA, realizado em Havana, ano passado | Foto: Reuters
Em carta aberta dirigida a Maduro, o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, manifestou suas "mais fraternas felicitações por sua contundente vitória nas eleições presidenciais”.

O cubano também escreveu que “o povo bolivariano e chavista demonstrou mais uma vez sua determinação de defender o legado de Chávez que tão dignamente representa”.
Já o ex-presidente do país, Raúl Castro, atual número 1 do Partido Comunista Cubano, também se dirigiu ao vencedor do pleito venezuelano, afirmando que, "com orgulho revolucionário, te envio em nome do Partido Comunista de Cuba e em meu próprio as mais calorosas felicitações por sua transcendental vitória eleitoral".