sábado, 13 de julho de 2024

Vamos pra Cuba: Brigada da Juventude com inscrições abertas

Brigada Juvenil de Solidariedade com Cuba 
Edição 2024 | Arte: ACJM-RJ
Por Sturt Silva

Quer ir ao único país socialista das Américas e conhecer a realidade de seu povo? Então o momento pode ser agora. 

Trata-se da Brigada Juvenil Latino-Americana e Caribenha de Solidariedade com Cuba. Neste ano, a brigada que está na sua terceira edição, ocorrerá entre os dias 8 a 21 de dezembro e será dedicada à Revolução Cubana, ao revolucionário nicaraguense Augusto Sandino e a resistência do povo palestino.

O evento é organizado pelo Instituto Cubano de Amizade (ICAP) com os Povos, junto com a Rede Continental Latino-Americana e Caribenha de Solidariedade com Cuba e as Causas Justas. No Brasil está sob responsabilidade do Movimento Brasileiro de Solidariedade com Cuba e das associações de solidariedade nos estados. 

A brigada tem como principal objetivo promover o intercâmbio entre jovens provenientes de organizações solidárias com Cuba na América Latina e no Caribe, além de simpatizantes das causas justas dos povos.

Os organizadores prometem aos participantes a oportunidade de adquirir conhecimentos valiosos que serão essenciais para sua formação política e ideológica, fortalecendo assim a consciência revolucionária e os valores do internacionalismo proletário. 

O programa de atividades acontecerá em 4 províncias cubanas: Artemisa, Havana, Pinar del Rio e Matanza. Serão 13 noites de estadia, sendo 10 delas no Acampamento Internacional “Julio Antonio Mella” (CIJAM), localizado no município de Caimito, a 45 km de Havana, e 3 noites em Varadero, na província de Matanzas. 

terça-feira, 9 de julho de 2024

Cuba entre as 20 melhores nas Olimpíadas de Paris 2024?

Cuba terá 62 atletas em Paris 2024 | Foto: Inder Cuba

Por Sturt Silva
 
Cuba disputará os jogos olímpicos de Paris 2024 com uma delegação de apenas 61 atletas distribuídos em 16 esportes.  

O atletismo terá o maior número de representantes cubanos com 18 atletas, seguido por Luta Livre (10), Boxe (5), Judô (4), Tiro Esportivo (4), Canoagem (3), Tênis de Mesa (3), Saltos Ornamentais (2), Natação (2), Remo (2), Taekwondo (2), Vôlei de Praia (2), Tiro com Arco (1), Ciclismo (1), Pentatlo Moderno (1) e Levantamento de Peso (1).

Potência olímpica 

O melhor desempenho da delegação socialista, na história dos jogos, aconteceu em Moscou (1980) quando os cubanos ficaram em 4º no quadro de medalhas, atrás apenas da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), Alemanha Oriental e Bulgária. Na URSS os cubanos ganharam 20 medalhas, sendo 8 de ouro, 7 de prata e 5 de bronze. 

Embora alguns especialistas considerem que foi nas Olimpíadas de Barcelona (1992) que a ilha socialista teve seu melhor desempenho. Na Espanha a equipe cubana ganhou 31 medalhas, sendo 14 de ouro, 6 de prata e 11 de bronze. Com 14 campeões olímpicos o país ficou em 5º no quadro geral de medalhas, atrás apenas de parte da antiga URSS (que disputou os jogos de forma unificada), EUA, Alemanha (já reunificada) e China.

Nas três últimas edições, Londres 2012, Rio 2016 e Tóquio 2021, Cuba fechou sua participação entre as 20 melhores nações. Ficou na 16ª posição em Londres (com 5 ouros, 3 pratas e 6 bronzes), 18ª no Rio de Janeiro (com 5 ouros, 2 pratas e 4 bronzes) e 14ª em Tóquio (com 7 ouros, 3 pratas e 5 bronzes). 

sábado, 6 de julho de 2024

Vamos pra Cuba: giro cultural por três cidades cubanas

Havana, ao fundo o Capitólio | Foto: Turismo em Cuba

Por Sturt Silva 

O Instituto Genildo Batista de Vitória (ES) está organizando um grupo de viagens a Cuba. No roteiro, previsto para janeiro de 2025, estão incluídas visitas em algumas das principais atrações históricas, culturais e comunitárias de Cuba. 

Chamado de Giro por Havana, Varadeiro e Artemisa, a viagem tem como objetivo visitar Cuba com amor, afirmar a solidariedade com o país socialista e conhecer suas belezas naturais, história e cultura. 

Veja a programação completa da viagem abaixo. Os interessados devem entrar em contato com os telefones do cartaz abaixo.

Giro Cultural por Cuba | Arte: Lujan Miranda

Giro cultural por Cuba 

quarta-feira, 26 de junho de 2024

Mais de 1 milhão de turistas visitaram Cuba em 2024

Turista em Havana, capital de Cuba | Foto: Trusted

Por Sturt Silva 

Cuba recebeu 1.474.853 visitantes internacionais nos 5 primeiros meses de 2024, informou, em seu perfil na rede social X, o Escritório Nacional de Estatística e Informação (ONEI) da ilha socialista. 

O número representa um crescimento de 2,7% (quase 31 mil turistas a mais) se comparado com o mesmo período do ano passado.

A lista continua sendo liderada pelos canadenses, seguida pelos cubanos que moram no exterior. Logo em seguida aparecem os estadunidenses, russos e alemães. Outros três países europeus e dois latino-americanos (França, México, Espanha, Argentina e Inglaterra) completam o ranking dos 10 maiores mercados fornecedores de turistas para Cuba (ver o números em detalhe abaixo). 

Visite Cuba 

Considerado o melhor destino cultural do mundo em 2024, o país recebeu cerca de 2,4 milhões de turistas estrangeiros no ano passado. A meta para este ano é chegar a 3,2 milhões. O melhor ano para o turismo cubano continua sendo 2018 com 4,7 milhões de visitantes.

terça-feira, 25 de junho de 2024

Cinema Cubano: A Revolução em Tela Grande [curso]

Curso sobre cinema cubano | Arte: Alexandre Guilhão 

Por Sturt Silva 

O blog Solidários a Cuba teve acesso ao curso online "Cinema Cubano: A Revolução em Tela Grande" e recomenda para todos que se interessam por cinema e pela história de Cuba. 

O curso faz uma viagem pela história do cinema e da Revolução Cubana. Para acessá-lo basta clicar aqui. O acesso é imediato.

Segundo o organizador, o professor Alexandre Guilhão, o objetivo do curso é fazer com que o aluno aprenda a história da ilha socialista através dos filmes cubanos. O curso já foi ministrado presencialmente e online em diversas ocasiões, sempre com resultado positivo.

Conteúdo do curso

Além de uma introdução sobre a história de Cuba, serão analisados diversos filmes e os principais diretores do cinema cubano, desde a era pré-revolucionária (anos 50), passando pela era de ouro da Revolução (anos 60) e concluindo com películas dos dias atuais. 

Nas exposições você verá muitos trechos de filmes cubanos com slides explicativos, em quatro horas de aula. O professor, ainda, disponibilizará um link para assistir a íntegra de vários filmes cubanos (a maioria com legendas em português).  

Alexandre Guilhão

O professor Alexandre Guilhão é cineasta, doutor em História e pesquisador do tema a mais de dez anos, tendo feito seu mestrado e seu doutorado sobre cinema cubano e latino-americano. 

segunda-feira, 24 de junho de 2024

Assista: música tema dos atletas de Cuba em Paris 2024

Cuba nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2021 | Foto: DeporCuba

Por Sturt Silva 

Curta o tema musical Hora de Vencer, de autoria de Christopher Simpson, que embalará as delegações que representarão Cuba nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Paris 2024.

domingo, 9 de junho de 2024

Artistas, intelectuais e políticos exigem o fim das sanções dos EUA contra Cuba

Manifesto contra o bloqueio dos EUA a Cuba | Arte: Solidários a Cuba

Do Brasil 247 

Uma série de artistas, escritores, professores, políticos, entre outros, divulgou neste domingo (9) uma nota exigindo a retirada da lista unilateral estadunidense que inclui Cuba na lista de países que supostamente patrocinam o terrorismo, e aproveitou para exigir o fim do bloqueio comercial à ilha caribenha. 

Cuba foi adicionada pela primeira vez à lista de Estados patrocinadores do terrorismo pelo Departamento de Estado em 1982, durante a presidência de Ronald Reagan. Os EUA retiraram Cuba da lista de Estados patrocinadores do terrorismo durante a administração Obama em 2015, como parte dos esforços para normalizar as relações com Havana. No entanto, a nação insular foi readicionada à lista durante a administração Trump, quando os EUA acusaram Cuba de abrigar fugitivos americanos e rebeldes colombianos. Em maio, Washington retirou o país caribenho da lista de países "que não cooperam plenamente na luta contra o terrorismo". 

"A permanência de Cuba na lista é uma infâmia que dura há tempos, assim como o bloqueio que há mais de 60 anos, tenta subjugar a heróica ilha caribenha", dizem as personalidades na nota, cuja íntegra pode ser lida abaixo: 

CONTRA O BLOQUEIO A CUBA

quarta-feira, 29 de maio de 2024

Brigada 1º de Maio: 27 países em defesa da Palestina e de Cuba Socialista

Imagens da Brigada 1º de Maio de 2024 | Fotos: ICAP, Victor Villalba, Siempre con CubaMireya Ojeda

Por Sturt Silva 

Ocorreu em Cuba, entre 22 de abril e 4 de maio, com a presença de cerca de 300 participantes de 27 países a XVII Brigada Internacional 1º de Maio de Trabalho Voluntário e Solidariedade a Cuba. 

A brigada teve sua abertura oficial no Acampamento Internacional Julio Antonio Mella, localizado no município de Caimito, à 45 Km da capital cubana, Havana. Durante a estadia na ilha socialista, os integrantes visitaram, além de Havana, as províncias de Artemisa e Cienfuegos

Principais atividades 

No dia 1º de Maio, os brigadistas participaram, junto aos cubanos e cubanas, das comemorações pelo Dia Internacional do Trabalhador na capital do país. O ato de Havana aconteceu na Tribuna Anti-imperialista, local que fica em frente à Embaixada dos EUA na ilha socialista. Segundo os organizadores, cerca de 200 mil participaram da manifestação em defesa da Revolução e do socialismo. A celebração contou com a presença do presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel e de várias autoridades e lideranças do país.

Além das comemorações do 1º de Maio, os brigadistas também participaram de um encontro de solidariedade no dia 2. Dedicado ao centenário do desaparecimento físico de Vladimir Lênin, líder da Revolução Russa, e ao legado do líder histórico da Revolução Cubana, Fidel Castro, mais de mil delegados de 58 países assistiram ao Encontro Internacional de Solidariedade com Cuba e contra o Imperialismo, no Palácio de Convenções de Havana.