quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Médica cubana explica a realidade de Cuba: nasci num mundo onde tem igualdade de oportunidades para todos

Doutora Dainerys Sandoval Tellez que trabalhou no Brasil entre os anos de 2017 e 2018
Por Sturt Silva

Em entrevista feita pela página Vitórias da Revolução Cubana, a médica cubana fala sobre sua formação médica em Cuba, como foi o ingresso no programa Mais Médicos e responde algumas perguntas como: "A maioria do povo cubano apoia a revolução?"; "Os cubanos odeiam os Estados Unidos?"; "Qual sua opinião sobre Fidel Castro?"; "Há crianças de rua em Cuba?"; "Há fome em Cuba?"; "Há tráfico de drogas, como o crack, em Cuba ?"; "Cubanos são proibidos de sair de Cuba?" e "Cubanos são proibidos de usar internet?"

Assista a íntegra da entrevista:



Leia mais:
Médica cubana denuncia Bolsonaro e lamenta ter de deixar os pacientes, “o coração chega a quebrar”

29 comentários:

  1. Uma aula sobre a sociedade cubana. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ama nada se amasse ia pra lá, mas não tem coragem de deixar o capitalismo neh..

      Excluir
  2. Apaixonado!Queria ter nascido em Cuba.

    ResponderExcluir
  3. 🎊 Parabéns à colega, esclarecimento muito importante, consegue quebrar o preconceito de muitas pessoas ignorantes pq são capitalistas e se amarram de corpo e alma em seus ouros e riquezas materiais. JESUS foi o maior socialista q pisou na terra, ensinou igualdade e fraternidade, mas grande parte da humanidade só valoriza o ouro e o luxo, sem ter amor no peito e sem importar com o próximo q sofre fome, frio, abandono, etc. Parabéns colega, parabéns FIDEL CASTRO, parabéns socialismo, e infelizmente forças "ocultas" impossibilitaram o Brasil de implantar aqui o socialismo, e assim temos meia dúzia de multe milionários e 95% de povo pobre e miseráveis e esse país caminha e mais agora p ser novamente uma república de babanas.

    ResponderExcluir
  4. Pode ir Cuba ou Venezuela te aguarda

    ResponderExcluir
  5. Parabéns doutora, veja que vc está sendo bem sincera e nos deu um pouco de conhecimento sobre seu país e obrigado por ter vindo aqui ajudar nossa população.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns dr(@) muito bem explicado ❤️

    ResponderExcluir
  7. Viver em um país
    onde a prioridade é a saúde ,a educação e a segurança é um sonho ,sou brasileiro adoro meu país mais cuba é um sonho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkk so da vontade rir seu comentario, sonho kkkkk,é tudo mentira,nada é de graça la,olha as noticias agora.O governo cubano leva 62 años sem deixar o poder, os salarios sao baixos,nao alcanza para nada.O povo cubano está na Rua reclamando seus direitos.Aqui fala uma cubana tambem,medica que mora no Brasil

      Excluir
    2. Saúde e educação são gratuitas, e violência não é um problema grave de Cuba. Quem tá mentindo aqui? Isso tudo pode acabar com o capitalismo em Cuba.
      Cuba já teve 6 presidentes, o socialismo que tem 62 anos em Cuba, mas no Brasil o capitalismo é desde 1822. Conhecemos a realidade de Cuba, os salários são baixos. Mas nem todos tem salários de médicos no Brasil. Ou você acha que todo brasileiro ganha 13 mil, 20 mil, 30 mil? Eu vi populares nas ruas defendendo melhoras condições de vida (vacina, comida, etc) assim como eu vi no Brasil. O engraçado que eu vi povo nas ruas de Cuba defendendo o governo do Diaz-Canel, denunciando o bloqueio e defendendo o socialismo. Eles não são povo lutando por direitos?

      Excluir
    3. 70% dos proletários brasileiros são remunerados com teto de DOIS salários mínimos.

      Excluir
  8. Todos os pobres que são capitalistas,são porque os que detém as riquezas tem medo de dividir a sua riqueza, então coloca na cabeça dos pobres que o socialismo escraviza o povo. Triste ignorância dos mais pobres que são induzidos a não acreditar que o socialismo.

    ResponderExcluir
  9. Excelente!! Mais depoimentos deste sempre!!!

    ResponderExcluir
  10. Belo depoimento, conheço Cuba desde antes da queda do muro de Berlim! Tenho inveja dos meus irmão cubanos!

    ResponderExcluir
  11. Parabéns...Ótimo texto de humor...adorei...

    ResponderExcluir
  12. O povo apoia a revolução é? Então desafio o governo cubano abrir as fronteiras para sua população.
    Se essa falar diferente disso, chegando em Cuba é presa!
    É uma coitada. Que Deus tenha misericórdia desse povo.

    ResponderExcluir
  13. O povo cubano apoio a revolução? Então desafio o governo abrir as fronteiras para sua população.
    Essa médica não pode dizer o contrário, pq se pisar em Cuba será presa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele não vai dizer, pq ela tem o direito de dizer o que ele quiser. Sobre abrir a fronteira, como assim? Cuba é uma ilha, para sair ou entrar precisa de autorização legal, como em todo país.

      Excluir
  14. Apoia, se não apoiasse não tinha Revolução.
    Primeiro que o cubano é livre para sair de Cuba. Agora se você estudasse sobre Cuba saberia que não tem como abrir as fronteiras, que Cuba é uma ilha. O melhor meio para sair de Cuba é de avião.

    ResponderExcluir
  15. Ela pode dizer o contrário, mas diferente de outros que tem por ai, ela é cubana, defende as conquistas sociais da Revolução e a luta de seu povo pela independência.

    ResponderExcluir
  16. VIVA CUBA!
    EMBARGO CRIMINOSO ESTADUNIDENSES!
    Fim EMBARGO CRIMINOSO estadunidense!

    ResponderExcluir
  17. Meu Deus,fiquei pasmada. Quanta hipocrisia!eu sou médica cubana que nem ela, e acho o topo da desvergonha falar todo isso, sabendo que o cubano que não concorda com o governo é preso ou desaparecido. Tem pessoas morrendo em casas antigas que se derrubam encima, NÃO TÊM COMIDA!!!! O governo vende os alimentos e os produtos de primeira necessidade em Euros, porém o dinheiro que paga o governo é peso cubano.Chega de comunismo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo cubano que não concorda com o governo é preso ou some. Em Cuba teve até uns 25% que não concordam com o governo, no mínimo. Isso daria mais de 1 milhão de pessoas. Tem 1 milhão de cubanos e cubanas presos? Pessoas morrendo em casas velhas tem em todo lugar. Aqui no Brasil tem pessoas morrendo de fome e frio nas ruas. O número de famintos, que é considerado o açougue do mundo, é de 20 milhões. Chega de capitalismo? Que eu seu a maioria dos cubanos compra comida em PESOS, em muitos estabelecimentos, subsidiados pelo governo. Não se tem euros ou dólares em Cuba. O que teria era o CUC (mesmo valor do dólar), mas que acabou. Se bem que agora criaram uma nova moeda em cartão pq a sociedade cubana está tendo dificuldade em aceitar apenas uma moeda para comprar e pagar mercadorias e serviços.

      Excluir