quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Furacão Irma: Movimentos brasileiros expressam solidariedade a Cuba

Movimentos brasileiros solidários a Cuba | Montagem: Blog Solidários
Por Sturt Silva

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB), o Movimento de Pequenos Agricultores (MPA) e a União Brasileira de Mulheres (UBM) lançaram nota de solidariedade e apoio ao povo e ao governo de Cuba, depois que a passagem do furacão Irma atingiu o país, entre sexta (8) e domingo (10), matando 10 pessoas.

Além desses movimentos, a Associação Médica Nacional e a Rede de Médicos e Médicas Populares  também lançou nota de solidariedade e colocou-se a disposição para ajudar Cuba nesse momento tão difícil.


Ao Camarada
José Ramón Balaguer Cabrera
Chefe do Departamento de Relações Internacionais
do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB), expressa irrestrita solidariedade ao povo cubano, ao governo da República de Cuba e ao Partido Comunista de Cuba, diante dos danos causados pelo devastador furacão Irma.

Durante três dias (8, 9 e 10 de setembro) Cuba enfrentou ventos de até 250 km por hora, que atingiram praticamente todo o território da Ilha, afetando residências, a rede de energia e eletricidade e a agricultura.

A pronta resposta das autoridades e a disciplina revolucionária do povo cubano ajudaram a minimizar o impacto da poderosa tormenta.

Mesmo neste momento de aflição, Cuba dá mais uma elevada prova de sua têmpera socialista ao prestar imediata solidariedade aos países vizinhos também atingidos, disponibilizando ajuda humanitária através do envio de equipes de médicos e especialistas, enquanto, internamente, o comandante Raúl Castro, em comunicado divulgado neste domingo (10) ressaltava: “Um princípio se mantém inamovível: a Revolução não deixará ninguém desamparado e desde já se tomam medidas para que nenhuma família cubana fique abandonada à própria sorte.”

À Cuba da justiça e do humanismo, à Cuba da Revolução e do socialismo, os comunistas brasileiros expressam mais uma vez sua indeclinável solidariedade, na certeza de que nenhuma força climática ou humana é capaz de derrocar o ânimo de um povo livre.

São Paulo, 11 de setembro de 2017

José Reinaldo Carvalho
Secretário de Política e Relações Internacionais do PCdoB
Pelo Comitê Central.


A União Brasileira de Mulheres – UBM se solidariza com os povos de Cuba e dos demais países caribenhos neste momento em que uma poderosa catástrofe natural, o Furacão Irma, põe em risco milhares de vidas nos países caribenhos e nos Estados Unidos. Nossa solidariedade feminista internacionalista às companheiras da Federação de Mulheres Cubanas, entidade co-irmã da UBM, a quem dedicamos nossas mais elevadas manifestações de estima e amizade.

Enviamos nosso abraço solidário ao povo cubano e povos irmãos do Caribe e nos colocamos à disposição para ajudar no que for necessário. Parabenizamos a profunda demonstração de solidariedade e humanismo que nos dá, mais uma vez, a pequena ilha rebelde, ao enviar médicos também para os países vizinhos e auxiliar toda a população, sem distinção, durante a possibilidade de uma tragédia deste porte. Como fez em Chernobyl, como sempre fez com os povos africanos e americanos. Com grande capacidade de organização e os mais elevados valores morais, mais uma vez, Cuba mostra ao mundo que uma sociedade justa é aquela que prioriza o ser humano em qualquer situação, como vem fazendo há quase 60 anos.

Estamos certas que com a força de seu povo e a solidariedade dos povos amigos, Cuba superará mais este desafio.

Contem conosco, companheiras e companheiros!

São Paulo, 11 de setembro de 2007

União Brasileira de Mulheres.



Nenhum comentário:

Postar um comentário