domingo, 18 de setembro de 2011

Unicef confirma: Cuba 0% de desnutrição infantil

O último informe da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) intitulado "Progresso para a infância, um balanço sobre a desnutrição", determinou que atualmente existam no mundo 146 milhões de crianças, menores de cinco anos, com graves problemas de desnutrição.

De acordo com o documento, 28% desse total encontram-se na África, 17% no Oriente Médio, 15% na Ásia, 7% na América Latina e Caribe, 5% na Europa e outros 27% nos países em desenvolvimento.

 Cuba, porém, não tem este problema, sendo o único país da América Latina e Caribe que eliminou completamente a desnutrição infantil de sua realidade, graças aos esforços governamentais para melhora da alimentação, especialmente dos grupos mais vulneráveis.

Também a FAO (Fundo para Alimentação e Agricultura) reconheceu Cuba como a nação com mais avanços na América Latina e Caribe, na luta contra a desnutrição. Isto se deve ao fato do Estado Cubano garantir uma alimentação básica a todos e promover os benefícios da amamentação materna, até os seis meses de idade e, até os sete anos, garantir um litro de leite diário para cada criança. Não é por nada que, a própria ONU situa Cuba na vanguarda do cumprimento das metas de desenvolvimento humano.

Para o ano de 2015, Cuba aponta na eliminação total da pobreza e a garantia à sustentabilidade ambiental.

Tudo isto sob o criminoso bloqueio ianque, de mais de 50 anos.

4 comentários:

  1. UNICEF confirma: Cuba 0% de Desnutrição Infantil.

    Excelente notícia, isso nos enche de entusiasmo,nos faz repetir a bela frase do Comandante Che: "Os poderosos podem matar uma, duas, até três rosas mas nunca deterão a primavera".

    Hum!... Viva nossos sonhos por um mundo melhor, igualitário, mais justo!

    O sonho não acabou! Nem pode acabar...

    Fraga Junior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza essa notícia incomoda muita gente.

      Excluir
    2. Com certeza essa notícia incomoda muita gente.

      Excluir
  2. http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/867590-cubano-por-30-dias.shtml

    ResponderExcluir