segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Campeão cubano dedica ouro olímpico a Fidel Castro por seus 90 anos

Ismael Borrero: da recusa em hospedar em hotel de luxo ao lugar mais alto do pódio no Rio-2016

Borrero comemora com a bandeira de Cuba. Por TeleSUR
Por Sturt Silva

Quando chegou ao Rio de Janeiro para disputar a Olimpíada, Ismael Borrero Molina não se hospedou em um hotel de luxo. Ele e a delegação da luta olímpica cubana resolveram se acomodar em um hostel mais simples, na Tijuca, bairro da zona norte da cidade. A recusa em hospedar em hotéis de luxo chamou a atenção da imprensa brasileira que fez várias reportagens sobre as opções dos lutadores cubanos.
Lutador comemora com seu treinador. Por Rio-2016
Ismael Borrero, que ontem conquistou a primeira medalha de Cuba no Rio-2016, venceu por 3 a 1, nas oitavas de finais, Arsen Eraliev do Quirguistão; por 4 a 0, nas quartas de finais, Lumin Wang da China e por 3 a 1, nas semi finais,  Elmurat Tasmuradov do Uzbequistão.

Acompanhe nossa cobertura de Cuba no Rio-2016

Na final, o campeão mundial de Las Vegas 2015, conseguiu o tão esperado ouro ao vencer o desconhecido japonês Shinobu Ota por 4 a 0.



Em declarações após a vitória, o cubano da Luta Greco-Romana, categoria 59 kg, disse que foi importante o aprendizado que teve no último Pan-americano onde acabou ficando sem medalhas. Borrero também dedicou a sua vitória a sua mãe e a Fidel Castro.

"Me sinto muito feliz e satisfeito. Dedico minha medalha em primeiro lugar à minha mãe, que é tudo para mim, e ao nosso Comandante em Chefe, que ontem fez aniversário".

Borrero na hora do hino. Por  Ricardo López Hevia
Veja aqui o hino de Cuba tocado pela primeira vez no Rio-2016.

Boxe

Entre os dias 13 e 14 o boxe cubano conquistou mais dois bronzes para Cuba.

O campeão mundial Lázaro Álvarez (peso ligeiro, 60 kg) perdeu, na semi final, por 3 a 0 para o brasileiro Robson Conceição e terminou com medalha de bronze, assim como Erislandy Savon (peso pesado, 91 Kg) que acabou finalizando sua participação no Rio- 2016 com uma derrota diante de Vassiliy Levit do Cazaquistão, também por 3 a o.

O boxe cubano já deu 3 medalhas de bronze para Cuba no Rio-2016. A outra foi de Joahnys Argilagos que na última quinta-feira foi derrotado, nas semi finais, por Martinez da Colômbia.

Já Julio Cesar La Cruz (peso meio-pesado, 81 Kg) derrotou por 3 a 0 Michel Borges e avançou à semi final. Agora enfrenta Bauderlique da França, amanhã às 12h30min.  Enquanto que Yasnier Toledo (peso meio-médio ligeiro, 64 Kg) estreou com vitória por 2 a 1 contra Pat McCormack (Grã-Bretanha) e passou às quartas de final. O seu adversário, amanhã às 18h15min, é Sotomaior do Azerbaijão.

Leinier Peró, (super pesado, +91 Kg), venceu por 3 a 0 Guido Vianello (Itália) e dedicou a vitória a Fidel Castro, que fez 90 anos neste sábado. O próximo confronto do cubano será contra o croata Hrgovic, amanhã às 13h30min.

Já Roniel Iglesias, campeão olímpico Londres-2012, (categoria peso Meio-médio, 60 Kg), acabou perdendo por 3 a 0, nas quartas de finais, para Giyasov do Uzbequistão.

Outro campeão em Londres, Robeisy Ramirez (peso galo, 56 Kg) venceu por 2 a 1 Hamout do Marrocos e agora enfrenta, nas quartas de finais, Zhang da China. A luta será amanhã às 17h30min.

Um comentário:

  1. Faltou citarem os cubanos finalistas no vôlei de praia.

    ResponderExcluir