sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Empresários brasileiros interessados na agroindústria cubana

HAVANA - Empresários brasileiros confirmaram na quinta-feira, dia 10, nesta capital, seu interesse no intercâmbio técnico-científico e comercial com seus homólogos cubanos, por considerarem o setor açucareiro da Ilha potencialmente produtivo e competitivo.

“Cuba possui uma considerável experiência na agroindústria do açúcar, pelo qual os ensinamentos mútuos e a transferência de tecnologias podem contribuir para aumentar a capacidade e a produção”, comentou à AIN Flavio Castelar, da Associação Arranjo Produtivo Local de Álcool (APLA).

Castelar é um dos executivos de 17 entidades desse país sul-americano que iniciaram no sábado 5 de outubro, no Hotel Nacional, uma rodada de negócios relacionada também com o processamento da cana e os combustíveis renováveis, entre eles etanol, biodiesel e biomassa.

Igualmente, intervieram no encontro representantes de dez organizações do Grupo Empresarial AZCUBA, tais como a de Serviços Técnicos Industrias e Importadora da indústria açucareira, e convidados de vários organismos da Administração Central do Estado.

Helio Piza, da Companhia de Obras e Infraestrutura, explicou detalhes sobre o primeiro Contrato de Administração Produtiva para a usina “5 de Septiembre”, na província de Cienfuegos, a 256 quilômetros de distância de Havana.

O documento em questão foi assinado por representantes de ambas as partes, durante a 30a Feira Internacional de Havana, em novembro de 2012, com vistas a recobrar o potencial agroindustrial do engenho, e constitui o primeiro investimento estrangeiro de envergadura no ramo açucareiro cubano, depois de 1959.

Por seu lado, o diretor da Empresa Exportadora (Azutecnia) Francisco Lleó Martín, ofereceu detalhes sobre as perspectivas do ramo, segundo o qual a produção de açúcar aumentará daqui para a frente a um ritmo de 15-16 % por ano e aumentarão os rendimentos agrícolas e a renovação das áreas.

Em 11 de outubro concluíram as sessões empresariais do evento, uma das atividades do 12o Congresso Internacional sobre Açúcar e Derivados, previsto de 14 a 18 deste mês na citada instalação, insígnia da hotelaria crioula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário