quarta-feira, 11 de abril de 2012

Silvio Rodríguez estreia como ator em filme cubano de Rudy Mora

Fonte: IRÃ NEWS
Havana  via Prensa Latina

O realizador cubano Rudy Mora estreará nesta terça (10) sua ópera prima  "E no entanto...", protagonizada pela companhia teatral La Colmenita e uma partilha de primeiras figuras entre as que sobressai o compositor e intérprete Silvio Rodríguez em sua estreia na grande tela.

A fita será projetada no teatro Charles Chaplin, onde as crianças dirigidas por Carlos Alberto Cremata presentearão os presentes com interpretações ao vivo de alguns dos 12 temas gravados para o filme, todos da autoria de Rodríguez, que aparece brevemente em várias cenas.

Em um encontro em dias recentes com a imprensa, Mora explicou que rodar este longa-metragem constituiu para ele um desafio complexo pela diversidade de gêneros dos quais se valeu: a fábula, o fantástico, o musical.

Minha intenção, disse à Prensa Latina, foi recriar uma síntese na qual se fundissem componentes de várias culturas do mundo, e reafirmar a necessidade de defender os sonhos e valores nos quais se acredita, com uma perspectiva universal.

Durante 86 minutos a fita relata a história do pequeno Lapatún, que, para justificar sua chegada tarde a um exame de Matemáticas, cria uma fantasiosa história sobre discos voadores e humanoides, que desata desordem na escola e inquietude nos professores.

Também aparecem os atores Laura da Uz, Eslinda Nuñez, Laritza Vega, Manuel Porto e Raúl Pomares.

Baseada em uma obra teatral de Cremata, sobre a peça original do russo Alexander Jmelik, o fio condutor de E no entanto... levam-no as crianças Olo Tamayo, Liliana Sosa, Carolina Fernández, Daniel Ramírez e Ernesto Escalona, conhecido por seu papel em Habanastation.

Depois de sua primeira projeção nesta terça-feira ao público, a fita será exibida durante uma semana na sala Chaplin e depois em mais de 300 salas da ilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário