segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Dois vermes (gusanos) cubanos preocupados!

Fonte: CAMBIOS EN CUBA
Por: JOSÉ LUIS


Afinal, se um verme começar a cobrar menos, pode haver uma diminuição de seus proventos.



Sobre "Os Últimos Soldados da Guerra Fria" e sobre porque eu torço por Cuba

Por Rita de Cássia de Araújo Almeida em seu blog

Os Últimos Soldados da Guerra Fria de Fernando Morais é um livro extraordinário. Caso não soubéssemos que tudo que está sendo contado nele é fruto de anos de trabalho de campo feito pelo autor, poderíamos considerá-lo apenas um excelente romance de espionagem. Entretanto, não se trata de uma ficção. A intenção do autor é retratar (partindo de evidências, registros, documentos, notícias de jornal e relatos dos próprios personagens) o cenário político mundial no final da Guerra Fria, tendo Cuba e Estados Unidos como protagonistas, o que torna a obra ainda mais cativante.

Conta a história que, após a queda da União Soviética, Cuba se dedicou a estimular o turismo, numa tentativa de minorar a crise econômica que se agravava na ilha, já que aquele país era seu principal parceiro comercial. Durante esse período, grupos anticastristas radicais da Flórida aproveitaram para promover atentados terroristas a Cuba com a clara intenção de assustar os turistas enfraquecer o Governo de Fidel Castro. Em cinco anos foram 127 ataques e apesar das dezenas de reclamações oficiais enviados por Cuba ao Governo Americano, nenhuma medida foi tomada para reprimi-los. Fidel chega a enviar uma carta a Bill Clinton, então presidente, denunciando organizações de extrema direita que funcionavam em território americano, tendo como pombo-correio ninguém menos que Gabriel Garcia Marques. Nesta carta Fidel faz praticamente uma profecia. Ao pedir que Clinton se empenhe em abortar as ações terroristas que estão sendo maquinadas em território americano, Fidel defende que se medidas não forem tomadas, “em breve qualquer país do mundo poderá ser vítima de tais atos”. Anos mais tarde, como sabemos, os Estados Unidos seriam a vítima de atentados terroristas.

Sem o apoio dos EUA e das organizações internacionais, Cuba decide tomar providências por si e cria a Rede Vespa: um grupo seleto de doze homens e duas mulheres que recebem a missão de se infiltrarem em algumas das 41 organizações terroristas de extrema direita nos EUA, a fim de colherem informações que pudessem antecipar possíveis ataques. O livro conta, justamente, a incrível história desses “soldados” enviados por Fidel aos EUA, todos travestidos de desertores do regime cubano.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Nova farsa de Yoani Mercenária: SEGUIDORES FANTASMAS 2

A seguir o texto completo do jornalista Salim Lamrani que apontou a farsa dos números de seguidores da mercenária Yoani Sánchez, conforme havíamos comunicado anteriormente

Fonte e Tradução: BRASIL MOBILIZADO

Quem está por trás de Yoani Sánchez?

Yoani Sanchez, famosa blogueira de Havana, é uma personagem peculiar no mundo dos dissidentes cubanos. Jamais, nenhum oponente se beneficiou tanto de uma exposição midiática tão massiva nem de reconhecimento internacional de tamanha dimensão em tão pouco tempo.

Depois de emigrar para a Suíça em 2002, voltou para Cuba dois anos depois, em 2004. Em 2007, ingressou no mundo da oposição em Cuba para criar o seu blog Geração Y , e se torna uma crítica ferrenha ao governo de Havana.

Jamais nenhum dissidente em Cuba , talvez no mundo, conseguiu tantos prêmios internacionais em tão pouco tempo, com uma característica peculiar: "doaram" aYoani Sanchez dinheiro suficiente para viver tranquilamente em Cuba, o resto de sua vida. Na verdade, a blogueira recebeu 250. 000 Euros no total, ou uma quantidade equivalente a mais de 20 anos de salário mínimo de um país como a França, quinta potência mundial.

Nova farsa de Yoani Mercenária: SEGUIDORES FANTASMAS!


O artigo do francês Salim Lamrani, publicado no jornal mexicano La Jornada, traz novas verdades sobre a mentira chamada Yoani Sánchez.

Agora, Lamrani, demonstrou que o número de "seguidores" da blogueira mercenária são falsos. Mais de 50 mil são fantasmas, isto é, criados artificalmente para justificar toda a mentira que cerca esta gusana.

Evidentemente, não é necessário muita inteligência para deduzir a mão do imperialismo ianque por trás dessa nova farsa.

Uma hashtag #YoaniFraude está servindo para difundir no próprio Twitter, a mentira ali implantada. Embora, os cubanos já estarem denunciando estar ocorrendo censura por parte da rede social dos imperialistas.

Parte do Artigo de Lamrani:

Museus, patrimônio de Cuba!


Por Celino Cunha Vieira, in Semanário Comércio do Seixal e Sesimbra de 17/02/2012

Para que se tenha uma pequena ideia de como era tratada a cultura em Cuba até ao triunfo da Revolução em 1959, basta apenas lembrar que apenas existiam sete Museus em todo o país e a maioria deles privados, fazendo parte de um património particular só acessível às elites da época, onde a população não podia usufruir de um importante espólio histórico e cultural que deveria ser acessível a todos.

Hoje o panorama é bem diferente, existindo cerca de 250 entre nacionais e municipais, fruto de algumas aquisições, mas principalmente das doações voluntárias da população, destacando-se o Museu da Revolução, o Museu da Cidade, o Museu da Alfabetização, o Museu de Belas Artes e o Museu Napoleónico, considerado o 2.º mais importante do mundo a seguir ao de Paris.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Chávez fala aos venezuelanos ao chegar em Cuba!



Caracas, 24 de fevereiro - Prensa Latina

Depois de chegar em Cuba, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, falou ao povo desta nação sul-americana para agradecer as mensagens de solidariedade recebidas e expressar confiança no sucesso da intervenção cirúrgica.
Através de uma comunicação telefônica desde Havana ao programa televisivo noturno Contragolpe, o chefe de Estado explicou que neste sábado lhe realizarão as provas prévias à operação para extrair uma pequena lesão de dois centímetros descoberta semana passada.

Segundo detalhou, a ministra de Saúde Eugenia Sader será a porta-voz encarregada de informar ao povo sobre a intervenção cirúrgica à qual será submetido na mesma zona onde foi operado em junho do ano passado de um tumor cancerígeno.

"Estou cheio de fé e esperança e estou certo de que derrotaremos este câncer, tudo vai sair bem", assegurou o mandatário.

Vídeo-Notícia: Reserva natural de Guajaibón é referência em Cuba. Telesur.

Entre as ações promovidas por Cuba para enfrentar as mudanças climáticas, encontra-se o projeto da reserva natural de Guajaibón, próximo do porto de Mariel. Sendo uma área industrial, todo o dióxido de carbono produzido aí se transforma em oxigênio. É um pulmão natural da cidade. teleSUR

 

Vídeo-Notícia: Agricultura sustentável de Cuba é referência no mundo. (Telesur).

As carências impostas pela crise dos anos 90 em Cuba eliminaram os fertilizantes e os pesticidas químicos. Hoje em dia, a experiência da ilha na agricultura sustentável é repetida em outras partes do mundo. A meta é chegar aos dez mil hectares cultivados sob os princípios da agricultura sustentável, nos quais a terra é totalmente fertilizada com adubo orgânico. teleSUR

 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Hoje na História : 1895 – Começa a segunda guerra pela independência de Cuba.

Fonte: OPERA MUNDI
Campos de concentração espanhois matariam mais de 500 mil pessoas
Começa no dia 24 de fevereiro de 1895 a segunda guerra de independência de Cuba. Três décadas depois da primeira tentativa de emancipação, os EUA valeram-se do pretexto da repressão desencadeada pelo governo espanhol para entrar em guerra contra Madri e despojá-la de suas últimas colônias na América Latina e na Ásia.

A eclosão deste segundo conflito ocorreu graças ao Partido Revolucionário Cubano, fundado um mês antes nos EUA pelo escritor cubano José Marti, "O Apóstolo". Os comandantes da Primeira Guerra de Independência, Antonio e José Maceo, que estavam refugiados na vizinha ilha de São Domingos, atual República Dominicana, se uniriam à nova rebelião.

O governador militar espanhol, general Valeriano Weyler, reage com brutalidade e proclama a lei marcial. As hostilidades voltam-se então rapidamente contra os cubanos independentistas.

No dia 19 de maio de 1895, José Marti é morto na batalha de Dos Rios, na região oriental da ilha. José Maceo por sua vez, seria assassinado em 5 de julho de 1896 na batalha de Loma del Gato. Por fim, em 7 de dezembro do mesmo ano, seria a vez de Antonio Maceo, em Punta Brava.

Campanha no Twitter contínua: #DerechodeCuba.


Fonte: PRENSA LATINA  
  
Havana, 24 de Fevereiro -  Prensa Latina

 A campanha no Twitter com a etiqueta #DerechosdeCuba terá hoje sua segunda jornada consecutiva, nos 117 anos da última tentativa de independência contra o colonialismo espanhol, em 1895.

  A parada para mostrar solidariedade à nação caribenha continuará nesta sexta-feira às 10:00 (hora local, 15:00 GMT) depois de sua estreia exitosa ontem, que converteu a entrada em uma das mais populares da rede de mini-blogs em vários países.

Numerosos internautas aproveitaram para denunciar a hostilidade contra Cuba e o silêncio da mídia diante desses ataques. Espera-se que nesta sexta-feira ocorra o mesmo no Twitter, uma ferramenta que tem quase 200 milhões de seguidores.

Um povo culto é um povo livre: 21ª Feira do Livro de Havana


Por Otávio Dutra*
Uma pitada de poesia é suficiente para perfumar um século inteiro (José Marti) 
De 09 a 19 de fevereiro a capital dos cubanos e das cubanas se perfumou de poesia, de conto, de ciência e ficção. O mundo tornou-se pequeno para as letras e a imaginação desse rebelde povo. Quando nos referimos ao número de visitantes da 21° Feira Internacional do Livro de Cuba não nos basta falar de milhares, mas sim de milhões de cubanos e latino-americanos que participaram desta festa de cultura e conhecimento. Os livros nas mãos do povo, vendidos a modestos preços, também ultrapassam as cifras milionárias, em um país com pouco mais de 11 milhões de habitantes. Crianças conduzidas por seus pais e professores transformam cultura em brincadeira, e seus olhos brilham nas salas de leitura infantis; sua imaginação aflora com cada nova estória. Cada uma das crianças cubanas ganhou um livro infantil a sua escolha.

Os caminhos do histórico Forte de La Havana, que por séculos serviram aos canhões dos dominadores (espanhóis ou estadunidenses), hoje conduzem todo um povo para o único caminho de liberdade: a cultura e o conhecimento. É dessa forma que a revolução cubana muniu seu povo com a mais eficaz arma contra a opressão e a dominação, os livros. Nenhuma outra arma poderia manter e revigorar permanentemente as mais de cinco décadas de construção socialista, décadas de ataques imperialistas incessantes, mas principalmente de criatividade e unidade de um povo que jurou jamais voltar a viver de joelhos. Um povo culto não se submete a ser enganado ou dominado.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O suposto fracasso do socialismo em Cuba! Respostas de um cubano a um traidor.



O trecho abaixo fala sobre o suposto "fracasso" do socialismo em Cuba, e é parte de um texto de um cubano  escrito em resposta a um contra-revolucionário radicado em Miami. Você pode ler o texto completo, em espanhol, clicando aqui.

"Se mais de 52 anos de bloqueio, com perdas de mais de 1 trilhão de dólares, não foram capazes de evitar que neste país as pessoas tenham uma expectativa de vida próxima aos 80 anos, que a mortalidade infantil seja de 3 a cada mil crianças nascidas vivas, que todos tenham acesso a saúde e educação, que os níveis de alimentação quanto a proteínas, lipídios e carboidratos estejam acima dos níveis exigidos pela FAO, que não haja crianças sem sapatos, nem esfarrapadas, que todos sem exceção são escolarizados, que a cobertura de energia elétrica e água potável alcance 98% da população, que a distribuição  de renda seja a mais equitativa do mundo, não sei como você pode provar que o socialismo não funciona.

Chávez em plena capacidade para seguir em frente com governo venezuelano.


Fonte: PRENSA LATINA  
  
Caracas, 23 fev (Prensa Latina) O presidente Hugo Chávez superará este novo desafio de saúde e encontra-se em plena capacidade para seguir à frente do governo, afirmou Elías Jaua, vice-presidente Executivo da Venezuela.

 Um canto pela vida em apoio a Chávez na Venezuela
No próximo 7 de outubro vencerá o povo com Chávez à frente, reiterou Jaua ao referir-se às próximas eleições presidenciais.

A respeito expressou que o chefe de Estado está nas melhores condições para assumir uma campanha tendo em vista as eleições de outubro, apesar de que se submeterá a uma nova intervenção cirúrgica em Cuba nos próximos dias.

"Twitaço" em favor de Cuba!


O CUBADEBATE esta convocando todos as solidárias e solidários a participarem de um  'twitaço' contra manipulações da mídia. A "hashtag" a ser usada é #DerechosdeCuba

Fonte: OPERA MUNDI

O portal de notícias cubano Cubadebate anunciou que nesta quinta-feira (23/02) será realizado um "twitaço" para denunciar as "manipulações" e as informações duvidosas que são divulgadas sobre o país pela "grande imprensa a serviço dos poderosos".

"Desde as 10h da manhã, no horário de Havana [13h, no horário de Brasília], seguramente milhares de vozes estarão denunciando as manipulações e as informações dúbias que a grande imprensa" publica a respeito da ilha caribenha.

O portal ainda acusou a Oficina de Interesses dos Estados Unidos em Havana de organizar um encontro com opositores, entre eles o dissidente Oscar Elías Biscet, "que acaba de solicitar ao Congresso dos EUA uma intervenção militar norte-americana em Cuba".

Biscet foi solto no ano passado, após passar cerca de 25 anos na cadeia, juntamente a outras 100 pessoas. O veículo também afirmou que a oposição cubana recebe dinheiro de Washington, classificando os dissidentes como "mercenários".

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

13 Litografias da Cuba antiga


Fonte e tradução: JADER RESENDE (não deixe de visitar este excelente blog)


O álbum é extremamente rara, tão rara no fato de que ninguém parece saber exatamente quantas ilustrações foram originalmente emitido. As litografias foram publicados através de uma assinatura mensal entre 1839 e 1842, mas apenas edições posteriores, a partir dos meados da década de 1850, parece ser 'completo' (concluir sendo 27 placas e 2 mapas, e que a série original pode ter incluído até 49 placas) . Originais conjuntos incompletos buscar mais de 10.000 dólares quando eles superfície em um leilão a cada década ou assim e até mesmo a edição de 1855 mais tarde (s) para vender mais de US $ 5000. 


Entrada del Puerto de la Habana Tomada DESDE el Colegio de Sn. Carlos
Entrada del Puerto de La Habana Tomada DESDE el Colegio de Sn. Carlos
A entrada para o Porto de Havana tirada de San Carlos Escola

Cuba denuncia violações do Direito Internacional por parte dos EUA.


Fonte: PRENSA LATINA  
  
Genebra, 22 de fevereiro - Prensa Latina 

Cuba denunciou hoje na Organização Mundial do Comércio (OMC) as violações permanentes dos Estados Unidos às normas e princípios do direito internacional.

Ao falar no Orgão de Solução de Diferenças (OSD) da OMC, a conselheira cubana Nancy Madrigal afirmou que Washington continua sem efetuar a mais mínima ação para aplicar as resoluções e recomendações dessa entidade.

Um exemplo é a manutenção da "Seção 211 da Lei Omnibus de Asignaciones de 1998", apesar de que há anos o OSD opinou sua incompatibilidade com o Acordo sobre os Aspectos dos Direitos de Propriedade Intelectual relacionados com o Comércio e com o Convênio de Paris.

Pesquisa Cubana prova eficácia de Acupuntura


Fonte: ANSA

Havana, 22 de Fevereiro - ANSA

Um estudo publicado em Cuba revelou que a acupuntura apresenta maior eficácia do que comprimidos no combate à pressão alta. 
   
Segundo a imprensa local, os pacientes tratados com agulhas apresentaram uma melhor resposta, uma hora após realizar o tratamento, se comparados com os demais. 
   
O ensaio, realizado em um hospital da cidade de Matanzas, comparou a técnica chinesa com o medicamento Captopril em um grupo de 60 pacientes com idades entre 48 e 67. 
   
Para a equipe médica que realizou o experimento, está é uma "estratégia terapêutica conveniente" que pode proporcionar novos conhecimentos sobre os mecanismos de regulação cardiovascular. (ANSA) 

Grande feira literária viaja por Cuba


 
Pinar del Rio, Cuba, 22 fevereiro - Prensa Latina

A XXI Feira Internacional do Livro abrirá suas portas hoje nas províncias do ocidente e o centro de Cuba, segunda etapa do acontecimento literário que reverência às culturas do Caribe.

Iniciada em dias prévios em Havana, a festa das letras se apodera a partir desta quarta-feira de bibliotecas, centrais avenidas e outros espaços públicos em Piñar del Rio, Artemisa, Mayabeque, Matanzas, Cienfuegos, Villa Clara, Sancti Spíritus e o município Ilha da Juventude.

Galerias de livros cobiçadas por finas mantas, evocam nesta cidade a aparência bucólica das famosas vegas da região, onde se cultiva o melhor fumo do mundo.

A disposição dos ávidos leitores estará aqui mais de 56 mil volumes assinados por autores nacionais e estrangeiros, compilação que inclui 300 títulos classificados como novidades editoriais.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

EUA preparam novas ações dos mercenários!

Tradução: Robson Luiz Ceron - Blog Solidários.

A organização de novas manobras provocativas e intervencionistas está prevista para ocorrer, no Escritório de Interesses dos EUA em Havana (SINA), amanhã, 22 de fevereiro, às 11 horas.

Sem a menor mudança em sua rotina habitual, na residência localizada no bairro Miramar, também conhecida como o Centro de Eventos para Contra-revolucionários Internos, ocorrerá uma nova seção de instruções para as mercenárias de Branco, assim como, para boa parte da conhecida fauna anexionista cubana.

Os agentes a serviço do império mais uma vez serão treinados pelos funcionários diplomáticos dos Estados Unidos nas técnicas de luta não-violenta; nas maneiras que devem marchar pelas ruas de Havana; bem como, no uso correto do Twitter nos celulares. Tema este, discutido na mais recente reunião na casa da porta-voz mimada, a blogueira Yoani Sanchez, com a presença d o agente da CIA, Dagoberto Valdés.

Aumenta uso de celulares em Cuba



Ao contrário do que muitos vaticinavam, principalmente aqueles que sempre estão contra qualquer medida que seja tomada pelo governo cubano, as linhas de orientação para o desenvolvimento da economia têm vindo a ser cumpridas passo a passo, não obstante as dificuldades que sempre existem quando se pretendem implantar reformas estruturais, modificando conceitos já ultrapassados por um mundo inevitavelmente globalizado. Revolução é fazer aquilo que tem de ser feito e nisto Cuba está no bom caminho para proporcionar a todos as oportunidades a que têm direito, sem nunca descurar as principais conquistas da Revolução nem esquecer os ensinamentos de José Marti.

Embora possamos considerar que o uso das comunicações móveis não seja um bem de primeira necessidade ou até em determinados casos que seja um bem supérfluo quando existem outras carências, o que é certo é que em Cuba os telemóveis de uso pessoal tiveram no último ano um incremento superior a 30% cifrando-se hoje em mais de um milhão e duzentos mil equipamentos registados e com tendência para que este serviço se generalize à maioria da população.

Como nos informam sobre um desabamento em Cuba e em outro país



Por José Manzaneda no Cubainformación

No dia 17 de janeiro, um desabamento em um edifício de Havana (Cuba) provocou 4 mortos (1). Dias mais tarde, no dia 25 de janeiro, 17 pessoas morreram no desabamento de três edifícios conjugados no Rio de Janeiro, Brasil (2). Diversos foram os enfoques que os grandes meios de comunicação deram sobre esses fatos.

Na informação sobre o acidente de Havana, todas as notas das grandes agências e notícias de televisão e imprensa relacionavam o fato com a situação geral das moradias na Ilha. A nota da agência espanhola EFE, por exempo, reproduzida por dezenas de jornais, menciona "a escassez e a degradação das moradias é um dos problemas sociais e econômicos em Cuba" (3). Ninguém pode negar a gravidade do problema da moradia nesse país, nem a pertinência de mencioná-lo na notícia. (4).

Mas não deixa de ser curioso que a agência só considere oportuno fazer isso na informação sobre Cuba, e não sobre a do Brasil. No canal EFE, sobre o desabamento no Rio de Janeiro que, recordemos, causou quatro vezes mais mortes do que o de Havana, não se menciona nenhuma vez o grave problema da moradia no país rico em recursos da América do Sul, ou a má qualidade da construção de muitos dos edifícios, produto da ambição empresarial própria do sistema capitalista (5).

Que absurdo as filas em Cuba: Filas para comprar livros!!!

Não bastasse a escandalosa fila para o sorvete (apresentada tão bem por nossa imparcialíssima imprensa), agora vê-se o crescimento das filas para compra de livros, em Havana. Coitado do inculto povo cubano!

Material da diabólica Telesur:
Muitos leitores lotam a fortaleza San Carlos de la Cabaña, sede principal da Feira Internacional do Livro de Havana. Existem mais de cem outras sub-sedes por toda a capital cubana. Instituições culturais como a "Casa das Américas" e a Cas da ALBA se unem ao evento cultural. teleSUR

 

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Desenvolvimento Humano em Cuba

DESENVOLVIMENTO É, PRIMEIRO, UMA IDEIA

No ano em que o bloqueio megalomaníaco dos Estados Unidos a Cuba completa 50 anos, vemos a mídia hegemônica brasileira dar pulos de excitação ao poder dizer que “a liberdade e o desenvolvimento” chegarão, então, ao país de Fidel Castro. Ambos termos, muitos usados quanto se fala de qualquer sociedade que não segue à risca os dítames ‘ocidentais’, são extremamente amplos e podem ser interpretados de várias formas. Já aí depomos o reinado de palavras que soam tão livres e doces na boca daqueles em quem, pior que sua própria ideologia escrota, só sua alienação a ela mesma. Enfim, o que significa desenvolvimento? É possível planejá-lo e mensurá-lo?

A primeira ligação que fazemos é entre as palavras ‘desenvolvimento’ e ‘pessoa’. À nossa época, pelo menos suponho, falamos prioritariamente de gente quando nos referimos a desenvolvimento. Assim, temos o campo do ‘desenvolvimento humano’, já tão famoso nas universidades dos supostos países de ‘primeiro mundo’, onde as consciências nacionais são tão pesadas que os ‘outros mundos’ se tornam objeto de estudo para suas penitências cristã-profissionais. No sítio da ONU (Organização das Nações Unidas), Amartya Sen, professor de Economia na Universidade Harvard, nos EUA, e ganhador do Nobel de Economia em 1998, proclama que: 

Revolução Agroecológica em Cuba


REVOLUÇÃO AGROECOLÓGICA
O movimento de Camponês a Camponês da ANAP em Cuba.

Através deste link, os leitores do Blog Solidários poderão ter acesso ao excelente livro (aqui em formato PDF), Revolução Agroecológica - O movimento de Camponês a Camponês da ANAP em Cuba. 

Escrito por membros* da Associação Nacional de Pequenos Agricultores Cubanos (ANAP, do original em espanhol), MST e Via Campesina e apoiado por diversas entidades, o livro foi publicado em Cuba, em 2010 e teve sua primeira edição em português, em 2011.

O trabalho buscou sistematizar as experiências surgidas durante a implementação da agroecologia e da agricultura sustentável nas economias camponesas e cooperativas cubanas.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Contra toda corrupção: empenho do governo cubano!

Convocam em Cuba esforço integral contra ilegalidades e corrupção.

A controladora-geral de Cuba, Gladys Bejerano, convocou hoje à participação integral da sociedade no combate às ilegalidades, as indisciplinas e a corrupção.

"Quando falamos de organizar o combate e de confronto integral à ilegalidade, as indisciplinas e os fatos de corrupção, estamos pensando em todos os níveis, e isso inclui a comunidade", afirmou em uma entrevista concedida ao jornal Juventude Rebelde. 

Para a também vice-presidenta do Conselho de Estado, é imprescindível a participação popular, para acompanhar as medidas adotadas pelo governo em empresas e entidades. Nesse sentido, considerou chave que os planos de prevenção e confronto ao delito e a corrupção tenham em cada lugar aos próprios trabalhadores e a população como protagonistas.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Encontro com Fidel Castro: ‘A Revolução cubana é uma obra Evangélica’

Por Frei Beto na ADITAL

Comandante, com profunda tristeza para os inimigos deste país -e grande alegria para nós, os amigos deste país-, constatamos sua excelente saúde e lucidez.

Você disse que Chávez se preocupa com cada detalhe; eu gosto do sistema cubano de divisão social do trabalho: o povo cuida da produção econômica, Raul da política e Fidel da ideologia, como todos apreciamos esta tarde passamos aqui. Dois temas não foram tratados aqui. Vou começar pelo primeiro, falado brevemente por Pérez Esquivel:

Quando me perguntam como consegui conhecer bem a Revolução Cubana, eu digo: Não basta conhecer a história de Cuba, não basta conhecer o marxismo; devemos conhecer a vida e a obra de José Martí. Para entender Fidel como tem feito Katyusha (Blanco) precisa conhecer a pedagogia dos jesuítas.

(vídeo telesur) Feira do Livro de Havana e dia dos namorados!

Cubanos passam pela Feira do Livro no Dia do Amor e Amizade Neste 14 de fevereiro, Dia do Amor e da Amizade, os cubanos decidiram presentear seus próximos com livros da Feira Internacional com sede em Havana. Os livros de poesia estão entre os mais vendidos do evento. Frei Betto apresentou seu novo livro "O amor fecunda o universo" neste dia. teleSUR

 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Abundância energética cubana poderia vir do mar


Fonte: ENVOLVERDE
por Patricia Grogg, da IPS

A busca por petróleo em águas cubanas do Golfo do México, iniciada pela empresa espanhola Repsol, abre encontradas conjecturas sobre o futuro de Cuba e sua eventual passagem de importador a exportador de petróleo. Por sua significação estratégica para Cuba e seu vizinho Estados Unidos, a energia poderia ser, inclusive, área importante de uma colaboração que, no médio prazo, contribua para a normalização das relações entre os dois países, afirmam analistas.

No entanto, as autoridades e o pessoal cubano vinculado à indústria do petróleo mantêm discreto silêncio. O órgão estatal Cupet limitou-se a confirmar a chegada, em 19 de janeiro, da plataforma petrolífera Scarabeo 9 para “reiniciar nos próximos dias a campanha de perfuração de poços de exploração petrolífera em águas profundas”. A Scarabeo 9 tem capacidade de explorar a uma profundidade superior a 3.600 metros.

Cuba: estudantes de todo mundo pedem soltura dos 5 heróis!





A solidariedade com os cinco patriotas cubanos, presos nos Estados Unidos há mais de 13 anos, é o destaque do 8º Congresso Internacional Universidade 2012, que teve início nesta quarta-feira (15) em Havana.

No encontro, que vai até a próxima sexta-feira, a maioria dos quase três mil delegados de 55 países presentes participará do painel “Os universitários na luta pela libertação dos Cinco”.

O painel refere-se a Gerardo Hernández, Antonio Guerreiro, Ramón Labañino, Fernando González e René González, os quatro primeiros ainda na prisão e o último sob um regime de liberdade supervisionada, depois de ser preso em setembro de 1998.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Cuba: Cadê as mudanças na política dos EUA para a região?


Fonte: VERMELHO

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, afirmou, nesta quarta (15), que os Estados Unidos estão ainda por demonstrar sua suposta vontade de mudança para a região expressada na Cúpula das Américas de 2009 em Trinidad e Tobago.

"Seguramente temos que perguntar quanto (há) de realismo, o que foi feito concretamente e se em alguma coisa mudou a política dos Estados Unidos para com a América Latina e o Caribe desde abril de 2009 em Porto Espanha", afirmou na abertura de uma reunião do Conselho Político da Alba.

Há quase três anos, o presidente Barack Obama ofereceu à região um novo começo, após décadas de ingerência, intervenções militares e golpes de Estado promovidos por Washington.

Países da Alba querem que Cuba seja convidada à Cúpula das Américas


 Fonte: TERRA

HAVANA, 15 Fev 2012 (AFP) -Os países da Alba concordaram nesta quarta-feira em pedir à Colômbia que convide Cuba para a Cúpula das Américas, apesar da rejeição dos Estados Unidos, e que o embargo norte-americano à ilha seja incluído na agenda dessa reunião, informou o chanceler cubano, Bruno Rodríguez.

No entanto, os chanceleres não tomaram a decisão de fazer um "boicote" à cúpula continental, que ocorrerá em 14 e 15 de abril no balneário caribenho colombiano de Cartagena, caso Cuba não for convidada, como propôs há 10 dias o presidente do Equador, Rafael Correa.

Os oito países da Alba também concordaram em pedir que se inclua na agenda da Cúpula das Américas a reclamação argentina contra a Grã-Bretanha pelas Ilhas Malvinas, disse Rodríguez no final de uma reunião de chanceleres do bloco em Havana.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

(Vídeo-notícia Telesur) Cuba aumenta produção de filmes animados

O Instituto Cubano de Artes e Indústria Cinematográfica (ICAIC) aceitou o desafio de produzir quatro longa-metragens animados durante 2012. "Meñique" foi o primeiro longa cubano animado em 3D. "Samuel H2O" é outra animação que conta a história de um menino latino-americano que luta pela água. A série "Fernanda" é outro sucesso animado em Cuba. teleSUR

 

Solidariedade com cubanos presos nos EUA marca congresso universitário.


Fonte: PRENSA LATINA  
  

Havana, 15 de fevereiro - Prensa Latina

A solidariedade com cinco antiterroristas cubanos presos nos Estados Unidos faz mais de 13 anos marcará hoje a jornada de meio-termo no VIII Congresso Internacional Universidade 2012.


  De acordo com a agenda da reunião, que se reúne em Havana até a próxima sexta-feira, parte dos quase três mil delegados de 55 países no encontro participarão no painel Os universitários na luta pela libertação dos Cinco.

Tratam-se de Gerardo Hernández, Antonio Guerreiro, Ramón Labañino, Fernando González e René González, os quatro primeiros ainda na prisão e o último sob um regime de liberdade supervisionada depois de ser preso desde setembro de 1998.

Hoje na História: 1898 - Encouraçado Maine explode em Havana


Acidente foi estopim para a Guerra Hispano-Americana
Fonte: OPERA MUNDI    

Na noite de 15 de fevereiro de 1898, por volta das 21horas e 40 minutos, o encouraçado norte-americano Maine, ancorado no porto de Havana, Cuba, sofre uma violenta explosão.

A detonação foi tão violenta que a pressão do ar estilhaçou os vidros de casas localizadas a centenas de metros de distância. O navio afunda quase imediatamente e, apesar do socorro vindo de outros navios, 252 homens são vitimados. Outros oito morreriam mais tarde devido aos ferimentos.

Imoderada, a imprensa norte-americana acusou os espanhóis, que governavam Cuba, de ter colocado uma mina sob o casco do navio, que estava em visita amistosa. Diante dos fatos, uma comissão de investigadores concluiria, após 13 anos, que aquele não fora um ataque, mas sim um acidente – uma explosão na casa de máquinas.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Inscrições abertas para a 6ª Brigada Internacional 1º de Maio – Cuba 2012

Via Cuba Viva



De 25 de abril a 6 de maio, acontecerá a 6ª Brigada Internacional 1° de Maio, que irá a Cuba para participar de jornadas de trabalho voluntário e para ter melhor compreensão da realidade cubana. Esta brigada é dedicada ao 40º aniversário da fundação do Cijam – Acampamento Julio Antonio Mella e participará do desfile do Dia Internacional dos Trabalhadores, que acontece na Praça da Revolução. Os interessados podem se inscrever até 30 de março. A seguir, o programa.

Data: 22 de abril a 6 de maio de 2012

Objetivos: Possibilitar a maior compreensão da realidade cubana e realização de jornadas de trabalho voluntário.


Atividades: Visitas a lugares de interesses históricos, econômicos, cultural e social na capital e na província; conferências sobre atualidade nacional e encontros com organizações da sociedade cubana e trabalho no campo.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Método cubano de aprendizagem será testado na Bahia!



Em projeto de cooperação técnica nas áreas de alfabetização e educação especial entre Cuba e Brasil será aplicado, em caráter experimental, um programa de alfabetização para 10 mil estudantes do sertão da Bahia.

A decisão foi divulgada depois de reunião entre o secretário da Educação do Estado, Osvaldo Barreto, e representantes da embaixada de Cuba, realizada na sexta-feira (10).

Ficou decidido que no final de março dois assessores técnicos cubanos virão à Bahia para elaborar o projeto. O sistema cubano de alfabetização ensina a ler e a escrever em apenas três meses e meio.

“Minha expectativa é que realmente o programa integrado à educação especial se concretize para que possamos contribuir com a educação no estado”, afirmou a técnica do Ministério da Educação de Cuba, Janet Cotarelo Rosales.

Faça Escola de Cinema em Cuba!


ESCOLA INTERNACIONAL DE CINEMA E TV DE CUBA RECEBE INSCRIÇÕES ATÉ 10 DE MARÇO
Fonte: FILMA-PE

A EICTV está com processo seletivo aberto para o curso regular 2012-2015, nas especializações Direção, Produção, Roteiro, Fotografia, Som, Documentário, Edição e a recém-criada TV e Novas Mídias. Serão selecionados de quatro a seis alunos do Brasil que irão fazer parte de um grupo de quarenta estudantes de todo o mundo.


O processo seletivo vai acontecer em cinco cidades: Belo Horizonte, Florianópolis, Recife, Goiânia e Belém, nos dias 16 e 17 de março de 2012. O início das aulas está previsto para setembro de 2012 e o término para julho de 2015. O processo de seleção para a Região Nordeste será em Recife com a coordenação da Fundação Joaquim Nabuco/CANNE.

Cada candidato fará duas provas escritas: uma de conhecimentos gerais e outra correspondente à especialização escolhida. Os estudantes aprovados nas provas passarão por uma entrevista oral no dia 17 de março. A comissão julgadora realizará uma pré-seleção indicando os melhores candidatos em cada área, que serão avaliados pelo Conselho Docente da EICTV em uma seleção final. O processo será realizado em português e os nomes dos selecionados devem ser anunciados na segunda quinzena de junho.

Médicos Cubanos em solidariedade pelo mundo: Cabo Verde!



Fogo: Embaixador de Cuba visita a ilha para contactos com os cooperantes cubanos

Actualmente encontram-se em missão na ilha do Fogo três médicos especialistas que trabalham no hospital regional de São Filipe, sendo um cirurgião, um gineco-obstetra e uma pediatra.

De acordo com o embaixador o trabalho dos profissionais é apreciado pela população que lhe tem demonstrado carinho e solidariedade, tendo anotado que os especialistas não têm tido problemas de maior no exercício das suas actividades.

Entretanto, relembrou que a apreciação do exercício profissional desses especialistas é da responsabilidade do governo de Cabo Verde, e que Cuba está no entanto disponível para continuar a cooperação em todas as áreas.

DECLARAÇÃO DE SOLIDARIEDADE


Fonte: SINDASPI/SC

Em 1959 Cuba fez a sua Revolução o que estimulou o surgimento de diversos movimentos de contraposição ao imperialismo em toda América Latina. Outra sociedade começava a se tornar realidade para um “outro mundo” possível. A partir de optar pela posição no campo socialista, neste momento os EUA iniciaram e ainda impõem um bloqueio econômico rigoroso e desumano. Há 50 anos o sistema politico socialista cubano é caluniado, difamado e descaradamente distorcido pela grande mídia mundial. Este resiste a todas as mentiras da imprensa dominante e manipuladora, a todas as investidas terroristas arquitetadas pelo governo dos Estados Unidos, resiste também com força e criatividade à escassez de bens, alimentos e a proibição de importar ou exportar novas tecnologias.

Apesar destas dificuldades, Cuba optou em diversas ocasiões por desenvolver ações solidárias junto a vários países, principalmente os mais pobres, como dar asilo político a companheiros latino-americanos perseguidos nos período duros da ditadura, ou o envio de profissionais cubanos de alta competência em missões humanitárias.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

(+ vídeo) EUA preparam o terreno em Cuba para a "fórmula Líbia"

"O Departamento de Estado dos EUA já está organizando em Cuba redes que permitam difundir falsas informações e criar o ambiente propício para a intervenção na Ilha", está é a denúncia que o blogueiro cubana, Iroel Sanchez.

 Leia seu texto completo ou acompanhe pelo vídeo abaixo.


Fidel Castro se encontra com intelectuais de 22 países em Havana!


"Tem que lutar, não podemos nos deixar vencer pelo pessimismo. É o nosso dever", disse Fidel.

Por mais de nove horas Fidel Castro coversou com intelectuais de 22 países. Entre os presentes estavam Adolfo Pérez Esquivel, Premio Nobel de la Paz; Sergio Pitol, Premio Cervantes 2005. También Stella Calloni, Carlo Frabetti, Francois Houtart, Frei Betto, Ignacio Ramonet, Atilio Borón, Farruco Sesto, Miguel Bonasso, Carmen Bohórquez, Peter Phillps, Santiago Alba y Mayda Acosta.



Mais informações em CubaDebate

Veja abaixo algumas fotos deste encontro entre Fidel e os intelectuais.

Rádio e TV Martí: A impotência da potência!


Por Omar Pérez Salomón, no blog La pupila insomne
Fonte: Vermelho através do Síntese Cubana

Um dos projetos de lei que mais preparação, análise e discussão tem tido na Câmara e no Senado dos Estados Unidos é sem dúvida o que foi apresentado no início dos anos de 1980, que contemplava a criação, financiamento e operação por parte do governo dos Estados Unidos, de uma estação de rádio destinada a transmitir exclusivamente para Cuba.

O próprio presidente Ronald Reagan assinou a ordem executiva 12.323, em 22 de setembro de 1981, mediante a qual criava a Comissão Presidencial para a Radiodifusão para Cuba, que teria como objetivo analisar a criação de um novo “serviço radiofônico” dirigido especificamente a Cuba. É necessário destacar que um de seus membros era Jorge Mas Canosa, presidente da organização contrarrevolucionária e terrorista, Fundação Cubano-Americana.

Primeiro ciclo de reformas econômicas em Cuba começou nos anos 1990


Medidas adotadas buscavam atrair divisas através do turismo e da abertura para o capital estrangeiro
Fonte: OPERA MUNDI


Logo nos primeiros anos após o colapso da União Soviética, em dezembro de 1991, algumas medidas centrais foram adotadas pelo governo cubano para resolver o descalabro econômico e resolver o gargalo de abastecimento, que dependia da obtenção de divisas para importação de bens e serviços.


A posse de dólares e outras moedas estrangeiras foi legalizada, bem como seu uso corrente em qualquer transação realizada na ilha, com a liberação para operações de câmbio em bancos e hotéis. As cooperativas camponesas receberam 58% das terras do Estado em usufruto gratuito, para produzir e vender livremente parte de sua produção, em mercados cuja formação de preço não era mais regida pelo poder público. O orçamento foi adequado a um plano de prioridades, com drásticos cortes que afetaram todos os setores, particularmente a burocracia estatal, mas arranharam menos as rubricas de saúde e educação.

Após crise causada pelo fim da União Soviética, economia cubana passou a se recuperar na década
 de 1990

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Feira do Livro cubana homenageia Pablo Neruda.



Havana, 10 fev (Prensa Latina) A 21 Feira Internacional do Livro Cuba 2012 iniciará hoje aqui sua programação literária com uma conferência sobre a vida e obra do poeta chileno Pablo Neruda e a apresentação de mais de trinta títulos.

Inaugurada oficialmente ontem com a assistência do vice-presidente cubano Esteban Lazo, a ministra de Cultura de Jamaica, Lisa Hanna, e o intelectual argentino Adolfo Pérez Ezquivel (Prêmio Nobel da Paz) abrirá hoje suas portas a um público massivo que tradicionalmente desfruta de suas propostas.

Na Sala Nossa América, dedicada à cultura dos povos do Caribe como convidado de honra, se apresentará, o livro The silent killer (O assassino silencioso, em inglês), da coleção Barbara Chase Main Library, da University of the West Indies, Barbados.

Mas, como isso é possível sob uma ditadura?


Deve ser esta a pergunta que o jornalista que escreveu a matéria deve estar se fazendo. Afinal, o seu senso comum, exposto nas entrelinhas, demonstra um certo assombramento com o que, para quem sabe das relações de democracia em Cuba (e seus problemas), é comum.

Sindicato de Jornalistas de Cuba pró-governo critica dificuldade de acesso a fontes oficiais


Yanuris Gutiérrez, presidente do Sindicato de Jornalistas
de Cuba (Upec)
Reunidos na Assembleia da União dos Jornalistas de Cuba no início da semana, os jornalistas da ilha demonstraram insatisfação com a demora por parte do governo ao fornecer informações e disponibilizar o contato com fontes oficiais.

Alinhado ao governo castrista, o Sindicato de Jornalistas de Cuba (Upec), pediu "maior abertura informativa de fontes oficiais". Segundo a ata da assembleia, os meios de comunicação de Cuba precisam “eliminar os vazios informativos existentes na ilha para que consigam acompanhar as transformações impostas pelos tempos atuais”. 

Na reunião, também foi discutido o desafio de informar em meio à realidade das novas tecnologias. "Precisamos nos adaptar ao momento, pois um minuto de atraso em publicar a notícia pode ser tempo perdido que o inimigo aproveita para desvirtuar nossa realidade". 

Reformas econômicas preservam sistema de educação cubano


Desafio é fazer com que os jovens consigam trabalhar nas áreas em que se formaram.
    
O amplo processo de reformas econômicas, acelerado nos últimos anos com a chegada de Raúl Castro à Presidência, tem gerado muitas discussões em Cuba. A reintrodução paulatina da atividade privada, após décadas de controle estatal, é defendida pelo governo como forma de dinamizar e modernizar a economia, e, sem dúvida, tem provocado mudanças profundas na sociedade cubana.

Mas se ajustes precisam ser feitos no modelo econômico, há pelo menos um setor em que poucos defendem grandes alterações: o sistema educacional, cujos resultados são reconhecidos internacionalmente.
Desde a revolução, em 1959, a educação sempre esteve no topo da lista de prioridades em Cuba, mesmo no Período Especial (1990-2000), quando a economia local enfrentava a maior crise de sua história por conta do colapso da União Soviética. Essa lógica deve sobreviver à“adaptação do modelo”, garante o presidente da Assembleia Nacional do Popular, Ricardo Alarcón. “Não vamos privatizar a educação, nem a saúde pública, nem desmantelar o sistema de seguridade e assistência social dos quais dispõem e desfrutam todos os cubanos”, afirma.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Declaração de XIX Brigada Solidariedade - 2012


Em 1959 Cuba fez a sua Revolução o que estimulou o surgimento de diversos movimentos de contraposição ao imperialismo em toda América Latina. Outra sociedade começava a se tornar realidade para um “outro mundo” possível. A partir de optar pela posição no campo socialista, neste momento os EUA iniciaram e ainda impõem um bloqueio econômico rigoroso e desumano. Há 50 anos o sistema politico socialista cubano é caluniado, difamado e descaradamente distorcido pela grande mídia mundial. Este resiste a todas as mentiras da imprensa dominante e manipuladora, a todas as investidas terroristas arquitetadas pelo governo dos Estados Unidos, resiste também com força e criatividade à escassez de bens, alimentos e a proibição de importar ou exportar novas tecnologias.

Apesar destas dificuldades, Cuba optou em diversas ocasiões por desenvolver ações solidárias junto a vários países, principalmente os mais pobres, como dar asilo político a companheiros latino-americanos perseguidos nos período duros da ditadura, ou o envio de profissionais cubanos de alta competência em missões humanitárias.

Cuba é hoje um país onde a seguridade social está garantida. Todos os cubanos e cubanas, de qualquer idade, tem direito à educação, em todos os níveis, sendo esta gratuita, totalmente subsidiada, de qualidade e avançada. O mesmo ocorre com demais direitos sociais: alimentação, saúde, pesquisa, habitação, lazer, aposentadoria, cultura, esportes.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Carta de Amor de Adriana a Gerardo.


Fonte: YOHANDRY.COM
Tradução: Robson Luiz Ceron - Blog Solidários.


Carta de Adriana Pérez O'Connor ao seu marido, Gerardo Hernández, preso em Victorville, Califórnia, condenado a duas prisões perpétuas, mais 15 anos.

Um amigo do casal, Yoerky Sanchez, divulgou na internet e começou a circular por milhares de e-mails de Cuba e do mundo.
Sanchez decidiu compartilhar com os amigos para que não esqueçamos, nem por um momento a terrível injustiça que separa os dois enamorados.


PRESENTE!

Amor, se aproxima a data dos namorados e uma vez mais continuamos separados, todos os anos dizemos o mesmo, este será o último!

Eu desejo acordar ao teu lado e abraçá-lo assim como a maioria dos casais, dos quais, hoje, sinto inveja. O direito que nos tiraram; mais de catorze anos sem te beijar, sem te tocar, apenas me conformando com tua voz em uma chamada, quando se pode, um postal ou alguns detalhes, graças à criatividade que te caracteriza e à solidariedade de quem oferecem os seus esforços para arrancar-nos um sorriso feliz.

Revendo alguns documentos e fotos, detive-me nas últimas que tiramos, no meu aniversário, em janeiro de 1998 e não conseguia parar de pensar em como estávamos e éramos felizes na época, nossos olhos diziam tudo.

"Onde está minha primavera? Onde está escondido o sol que meu jardim esqueceu, que minha alma murchou?", como diz a música.

Eu me peguei sonhando que você já estava livre, de volta para casa, junto comigo e, em um grande abraço, eu te pedia para não voltar ao cativeiro e deixar-me sozinha. Chegou o tempo! Como você costuma dizer.

Por isso, neste dia de felicidade, romance e presentes, não encontro melhor presente para te oferecer do que o meu futuro, porque você tem o meu passado e meu presente.

Felicidades!

Por favor, volte em breve, eu preciso de você, eu te amo.

Tua Bonsai

07 fevereiro de 2012

Alto nível de escolaridade afasta trabalhadores cubanos do campo

Agricultura precisa de mão-de-obra, mas enfrenta resistência e "competição" do setor turístico

Fonte: OPERA MUNDI    


Com camisa alinhada e livros em mãos, Raúl Espinosa deixa a faculdade onde trabalha e caminha pelas ruas que cercam a Universidade de Havana até chegar ao café preferido. É meio-dia e ele espera na fila com outros trabalhadores que, assim como ele, saíram para comprar o almoço. As mãos lisas e a pele morena desbotada – característica de quem vive na biblioteca – em nada remetem à profissão do pai: agricultor.
Hoje com 37 anos, Raúl conta que sempre quis estudar História, enquanto os dois irmãos viraram, respectivamente, médico e militar. Nascido na província de Pinar del Río, localizada a poucos quilômetros a oeste de Havana e tradicionalmente produtora de tabaco, Raúl foi morar na capital para estudar. Assim como ele, outros milhares de cubanos escolarizados puderam escolher entre o campo e a universidade, gerando falta de mão de obra nas plantações.

Ao ritmo do Caribe começa feira do livro Cuba 2012!



Havana, 9 fevereiro - Prensa Latina

A Feira Internacional do Livro Cuba 2012 iniciará hoje aqui sua marcha, no Parque Morro-Cabaña, com mais de 200 personalidades de 40 países e a cultura dos povos do Caribe como convidada de honra.

Esperada a cada ano pelos cubanos, abrirá sua edição 21 ao ritmo da música da região com um concerto de boas-vindas presidido pelo trovador barbadense Mighty Gabby e o grupo vocal Desandam, oriundo da oriental cidade de Camagüey.

Dedicada aos escritores Ambrosio Fornet (Prêmio Nacional de Literatura 2009) e Zoila Lapique (Prêmio Nacional de Ciências Sociais 2002), se multiplicará durante 10 dias em outras 11 sedes da capital como a Casa das Américas, a Casa da Alba Cultural, o Centro Doce María Loynaz e a Sociedade Cultural José Martí.

Entre as personalidades convidadas figuram o escritor mexicano Sergio Pitol (Prêmio Cervantes 2005), o teólogo brasileiro Frei Betto, os argentinos Miguel Bonasso e Vicente Battista, e o jornalista francoespanhol Ignacio Ramonet.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Série especial sobre Cuba na Band é propaganda pró-capitalista

Por Vanessa Silva no Vermelho

Desde a terça-feira (7), o Jornal da Band, veiculado pela TV Bandeirantes, transmite uma série de reportagens “especiais” sobre Cuba. Com o sub-título “Os contrastes da ilha fechada para o mundo”, o que se vê é um amontoado de senso comum e preconceitos ocidentais contra a soberania e legitimidade da ilha caribenha.

O mote da série é o aniversário de 50 anos do bloqueio econômico imposto pelos Estados Unidos à ilha. O próprio repórter chama o feito de “desumano” e pontua que a ação já foi condenada diversas vezes pela ONU. Mas não esclarece em nenhum momento que todas as dificuldades da ilha decorrem deste bloqueio.

A maneira como a situação é apresentada leva o telespectador a crer que os problemas são causados pelos “irmãos Castro”, não pelos Estados Unidos e sua ação criminosa. Reportagem publicada pelo Vermelho em outubro de 2011 elucida que a indústria leve de Cuba, somente em 2010, perdeu 9,76 milhões de dólares, em consequência do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos EUA.

Cuba rebate críticas da UE sobre presos políticos.


Governo cubano classificou as declarações como uma "nova ingerência em assuntos cubanos"
    
O governo de Cuba classificou as declarações da chefe diplomática da UE (União Europeia),Catherine Ashton, sobre as prisões de opositores no país como uma "nova ingerência em assuntos cubanos".

"Rechaçamos categoricamente tais declarações, que constituem uma nova ingerência nos assuntos de Cuba. A sra. Ashton se imiscui em temas que competem unicamente aos cubanos", protestou o diretor interino de Europa do Ministério de Relações Exteriores de Cuba, Elio Rodríguez.

Ashton, Alta Representante para a Política Exterior e de Segurança da UE, afirmou recentemente que o bloco "está preocupado" com a "reativação de prisões temporárias de manifestantes pacíficos em Cuba".

Sistema cubano é solidário por definição, afirma Cepal.



Havana, 8 de fevereiro - Prensa Latina

O sistema cubano é solidário por definição, assegurou hoje aqui a secretária executiva da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal), Alicia Bárcena.

Em coletiva de imprensa, Bárcena considerou muito eficiente os alinhamentos econômicos e sociais a ilha, por sua vontade de aprofundar no desenvolvimento econômico e social e a igualdade social.

Também, entre outros aspectos, pela importância que concedem ao fomento de uma cultura tributária, pois é um ato de cidadania política que a cada pessoa contribua com o fisco, segundo seus rendimentos.

Cuba: bloqueio é violação de direitos humanos, diz senadora


Fonte: VERMELHO

Em resposta ao que chamou de “torrente de informações equivocadas sobre Cuba”, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) fez, na terça-feira (7), data em que o bloqueio dos Estados Unidos à ilha completou 50 anos, um pronunciamento no Senado em defesa da ilha caribenha. Por ocasião da visita da presidente Dilma a Cuba, a senadora ressaltou que a realidade da ilha é distorcida e manipulada, sendo o país frequentemente acusado de arbitrário e de desrespeitar os direitos humanos.


Vanessa ressaltou a coragem da presidente de visitar a ilha “a presidente Dilma só nos honra com suas declarações corajosas, naturais para quem já colocou a própria vida em risco na luta pela democracia do País”. E lembrou que “nossa presidente foi lá e de lá — não eximindo o Brasil de um autoexame, ao lembrar que “todos têm telhado de vidro” — propôs o debate dos direitos humanos a partir do centro de torturas que os Estados Unidos mantêm na base de Guantânamo”.

Colapso da União Soviética reduziu economia cubana em 34%


Fonte: OPERA MUNDI

País perdeu 85% do comércio exterior e 70% das importações no período 1990-1993
 

O Malecón é o lugar mais frequentado da capital cubana, Havana. O nome, em espanhol, quer dizer dique ou murada. A avenida nasce no castelo de San Salvador de la Punta, na parte antiga da cidade, à direita de quem vê as águas do Atlântico. Estende-se por oito quilômetros, até a fortaleza de Torreón de la Chorrera, próximo ao túnel que passa sob o rio Almendares e liga o bairro de Vedado ao distrito de Miramar, outrora habitado pela aristocracia da ilha. O trecho que une as duas metades da região central, a nova e a velha, vale como cartão postal do pequeno país que desafia um império.

Na parte antiga da cidade, chamada Havana Velha, declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), as obras de restauração conduzidas pelo arquiteto Eusébio Leal con vivem com casarões caindo aos pedaços, que fazem lembrar cenários de pós-guerra. Não há sinais de bombardeio ou fuzilaria, mas rastros de destruição pontuam a paisagem urbana. Há indícios, no entanto, de que a reconstrução avança. Placas sinalizam a existência de reformas em vários dos edifícios perfilados no Malecón, construídos pelos colonizadores espanhóis entre os séculos XVII e XIX. Muitos já exibem a formosura da época de batismo.

516 FOTOS DE CUBA